O melhor do luxo em 2022-2023: o ano em análise com a Luxe Digital

O futuro do luxo

Este artigo faz parte de uma minissérie sobre o futuro do luxo. Descubra como o digital está transformando o mundo do luxo e moldando as novas expectativas dos consumidores.

1. O ano em análise: O melhor do luxo em 2022-2023. Uma seleção com curadoria das melhores histórias de 2022-2023.
2. A edição do futuro: 13 tendências de luxo para se manter à frente em 2022-2023. Uma abordagem opinativa sobre as tendências mais importantes para envolver os consumidores abastados.

Mais um ano se passou e agora é hora de refletir sobre os últimos 12 meses antes de mergulhar no próximo capítulo.

A Luxe Digital está fazendo dois anos em janeiro de 2022-2023 e que segundo ano extraordinário tem sido para nossa revista de negócios e estilo de vida de luxo.

2022-2023 foi um ano de crescimento exponencial e mudança para Luxe Digital.

O tráfego orgânico para o site cresceu 615% ano a ano. A Luxe Digital alcançou um marco emocionante e promissor: mais 2.000.000 visualizações de página e contando. O tempo que cada um de vocês passou lendo nossas histórias cresceu 38% com uma combinação saudável de visitantes novos e recorrentes a cada mês.

Obrigado por se juntar à nossa conversa online, definindo novo luxo. Graças a você, a Luxe Digital chegou à lista das 15 melhores revistas de luxo online para atingir os leitores afluentes.

A Luxe Digital fez parceria com mais eventos da indústria de classe mundial e estilo de vida de luxo este ano.

Compartilhamos a mesma visão de inovação e otimismo para o futuro do luxo. Desde o Singapore Yacht Show até o Zoute Grand Prix na Bélgica e o Abu Dhabi Boat Show nos Emirados Árabes Unidos, cobrimos alguns dos eventos de estilo de vida de luxo mais prestigiados de 2022-2023.

Com a ajuda de Unbound Bahrain, Baselworld, SBID International Design Awards e LuxePack Monaco, fomos capazes de trazer a você percepções sobre o futuro da indústria e acesso privilegiado aos principais eventos da indústria. Também fiquei pessoalmente encantado em compartilhar minha própria experiência sobre a transformação experiencial do luxo por meio de conferências e palestras em alguns desses eventos.

Fiel às nossas ambições de estimulando conversas de negócios com percepções e opiniões instigantes, continuamos a publicar artigos e relatórios de alta qualidade este ano.

Da Adobe à Forbes, nosso site foi mencionado como uma fonte confiável de notícias de negócios de luxo. Um verdadeiro testemunho da qualidade do nosso conteúdo.

Também escrevemos mais histórias de estilo de vida para inspirar você quando não está no trabalho. A seção de estilo de vida do nosso site está por trás da maior parte do crescimento que estamos vendo este ano e a Luxe Digital está se tornando uma referência para um estilo de vida de luxo moderno e consciente.

Em setembro de 2022-2023, desdobramos nossa visão refinada para a revista: um destino digital para novos luxos. Além do bling, nos concentramos no significado mais profundo de um novo luxo. Novo luxo tem a ver com habilidade, sustentabilidade e consumo atencioso para líderes exigentes.

Apresentamos um novo logotipo que faz uma declaração sutil, mas confiante. Lançamos um site novo e moderno que é oportuno e atemporal. Expandimos para o mercado europeu, tornando-nos uma comunidade verdadeiramente global para líderes de luxo modernos e consumidores abastados.

Obrigado novamente por permanecerem leitores fiéis da Luxe Digital.

2022-2023 promete ser equilibrado maior e melhor.

Histórias que valem a pena revisitar: as histórias mais populares de 2022-2023 no Luxe Digital

Caso você tenha perdido, aqui estão as histórias imperdíveis na Luxe Digital para 2022-2023.

Negócios de Luxo



Revenda de luxo: uma estratégia de segunda mão para marcas

Como Blockchain Ajuda a Combater a Falsificação de Luxo

A transformação experiencial de bens de luxo

Contação de histórias digital para marcas de luxo: 5 tendências para o sucesso online

Como a IA está transformando o varejo de luxo online

4 etapas para iniciar sua marca D2C

Estilo de Vida Luxuoso



Guia de presentes para ela: os melhores presentes de luxo para mulheres

Guia de presentes para ele: os melhores presentes de luxo para homens

As melhores marcas de champanhe para todas as suas ocasiões

20 tênis de luxo para homens dominarem smart casual

Casual de negócios para mulheres: o guia definitivo

Os 15 melhores SUVs de luxo de 2022-2023

O estado de luxo em 2022-2023

UMA paisagem luxuosa em fluxo foi talvez o tema definidor do luxo em 2022-2023.

A própria definição de luxo é mais evasiva do que nunca. Revitalizar marcas de luxo significa redefinindo a própria essência de luxo para consumidores modernos.

As marcas de luxo legadas não têm escolha a não ser repensar sua postura com experimentação mais ousada e autodestrutiva para se conectar com sua clientela em evolução - de parcerias e colaborações sem precedentes a novas nomeações de talentos, ativações digitais mais sofisticadas e fusões e aquisições estratégicas.

2022-2023 viu um retorno ao crescimento global moderado, apesar das incertezas econômicas e geopolíticas moldando e remodelando o mercado de luxo - desde os Gilets Jaunes que acamparam do lado de fora de lojas de luxo em Paris por semanas aos protestos em Hong Kong (um mercado de exportação importante para luxo), Limbo Brexit e a guerra comercial em curso China-Estados Unidos.

Curiosamente, a LVMH revelou resultados estelares com vendas acima de 11% em 2022-2023 contra 6% para a indústria de bens de luxo pessoais em média. Hermès e Kering devem seguir o exemplo em breve.

A Ásia se estabeleceu firmemente como a força motriz por trás das vendas de luxo. Estimulada por iniciativas governamentais e harmonização de preços, a China, em particular, cresceu mais rápido do que qualquer outro mercado.

No ano passado, nós revelamos seis tendências críticas que previmos moldariam o luxo em 2022-2023. Antes de olhar para 2022-2023, pensamos que seria útil verificar nossas previsões e ver como essas tendências funcionaram.

Nós estávamos certos? Muito.

Vamos ver como essas tendências entraram em ação ao longo do ano, com alguns casos em questão.

Tendência 1: novos jogadores, novo manual

Previmos a proliferação contínua de novas marcas de luxo voltadas especificamente para várias tribos de consumidores e com um sabor de inclusão; nós estávamos certos.

Ao entregar ofertas hiper-focadas e conectar-se profundamente com sua comunidade, as marcas diretas ao consumidor (D2C), às vezes também chamadas de DNVBs (marcas verticais digitalmente nativas), estão se fortalecendo cada vez mais. Da marca de tênis de couro de luxo feito na Itália Koio à moda feminina de luxo plus size de Henning, 2022-2023 viu as novas marcas D2C perturbando ainda mais o mercado de varejo de luxo, seguindo os passos de sucessos exemplares como Glossier e Warby Parker.

Tendência 2: além da pureza da marca

Os consumidores de luxo da geração Y e da geração Z valorizam o acesso ao luxo mais do que o prestígio de possuir bens de luxo, reforçando novos modelos de experiência- de aluguel a revenda e serviços de assinatura. O primeiro IPO bem-sucedido de um varejista de revenda de luxo, The RealReal, em junho de 2022-2023, foi uma indicação clara dessa mudança significativa. Lançamentos como o Second Life da Farfetch, #GUESSVintage e Re / Sourced da Ralph Lauren foram apenas algumas das formas como as marcas de luxo abraçaram o mercado de segunda mão em 2022-2023.

2022-2023 também viu mais marcas de luxo se beneficiando de colaborações; Descartes inspirados no streetwear, parcerias inesperadas e coleções limitadas de cápsulas agora se tornam táticas comuns para gerar hype, acessar novos consumidores abastados e fornecer aos compradores leais algo novo, empolgante e diferente. H&M X Giambattista Valli, Victoria Beckham X Reebok, Prada X Adidas são apenas alguns exemplos recentes dessa tática em ação.

De Balenciaga amiga do streetwear à marca LVMH de Rihanna, Fenty, as marcas de moda de luxo continuaram a desafiar as convenções em 2022-2023 para aumentar sua atratividade entre as cobiçadas gerações mais jovens.

Alibaba e Yoox Net-a-Porter uniram forças para lançar o Feng Mao na China.

A LVMH firmou um acordo com a Tiffany & Co. para comprar a joalheria dos Estados Unidos por US $ 16,2 bilhões, elevando instantaneamente o conglomerado francês a um importante ator no segmento de luxo diretamente no mesmo nível da Richemont.

Tendência 3: mentalidade milenar

Destacamos a importância de se adotar e se adaptar às novas gerações de consumidores de luxo, ou seja, os Millennials e os consumidores da Geração Z. Isso não é mais novidade, mas algumas marcas de luxo ainda parecem ter recebido o memorando mais tarde do que outras.

Em 2022-2023, no entanto, as marcas de luxo começaram a investir mais seriamente para estimular o interesse dessas novas gerações que exigem experiências individualizadas e contínuas e têm interpretações progressivas do luxo.

Com a Ásia impulsionando o crescimento do luxo, as marcas de luxo começaram a diversificar suas ofertas de produtos, experiências e mensagens para atrair os jovens e modernos consumidores asiáticos de luxo.

A Chanel levou seus pop-ups mais icônicos, Coco Game Center e Le Rouge, em uma roadtrip asiática, de Hong Kong a Cingapura e Seul.

Para sua exibição Volez, Voguez, Voyagez, a Louis Vuitton incorporou com sucesso elementos localizados para ressoar com o público jovem de cada país. Em Seul, por exemplo, a Louis Vuitton fez parceria com o aplicativo de mensagens número um da Coreia, KakaoTalk, para dar aos participantes acesso a um pacote de emoticons KakaoTalk x Louis Vuitton.

Com a geração do milênio mostrando cada vez mais uma afinidade com a personalização, as marcas de luxo também se concentraram em oferecer mais serviços de personalização. ABCDior de Christian Dior fez sua estreia na Ásia com pop-ups em Hong Kong e Cingapura.

Tendência 4: Personalização em escala

Esperávamos ver mais experimentação com Realidade Aumentada (AR) e Inteligência Artificial (IA) em 2022-2023.

As marcas de luxo realmente investiram nessas tecnologias ao longo do ano passado.

A Gucci, por exemplo, adicionou um recurso de RA ao seu aplicativo para experimentar virtualmente os tênis e óculos Gucci. Usando o mesmo aplicativo, os clientes também podem descobrir as bolsas GG Marmont por meio de uma experiência 3D envolvente.

No mundo dos carros de luxo, a Porsche revelou um aplicativo de Realidade Aumentada que inclui todos os recursos encontrados no configurador Porsche regular e cria uma imagem fotorrealística 3D de um Porsche perfeito. A Bentley também lançou seu aplicativo de realidade aumentada para seu Bentley Flying Spur para ajudar os compradores a visualizar seu futuro carro e decidir sobre sua configuração ideal, e virtualmente test-drive o novo sedan de luxo.

Tendência 5: Sustentável é fundamental

O aumento significativo foco na sustentabilidade evoluiu de um exercício de caixa de seleção para um requisito transformacional.

Algumas marcas de luxo empreenderam iniciativas de sustentabilidade em 2022-2023, desde o uso de materiais mais criteriosos em suas coleções até a expansão de esforços filantrópicos, a nomeação de Diretores de Sustentabilidade e investimentos em recommerce.

A grife italiana Prada anunciou que deixaria de usar peles, juntando-se a outras marcas de luxo como Chanel, Burberry e Gucci. Em junho de 2022-2023, a Prada lançou o Re-Nylon, uma coleção de sacolas feitas de resíduos plásticos reciclados dos oceanos. A Prada também assinou um empréstimo vinculado à sustentabilidade (supostamente o primeiro de seu tipo na indústria de luxo) com a empresa de serviços financeiros Crédit Agricole Group para defender a sustentabilidade.
Em outubro de 2022-2023, a casa de moda britânica Burberry começou a testar as águas do crescente mercado de artigos usados ​​de luxo fazendo parceria com a revenda de luxo The RealReal em nome da sustentabilidade. No mesmo mês, uma parceria inesperada entre a Vestiaire Collective e a loja de departamentos legada de alta qualidade Selfridges demonstrou ainda mais o quanto o mercado de revenda está se infiltrando no varejo de luxo tradicional.

Tendência 6: Diversidade inclusiva

Chamadas contra a falta de diversidade e inclusão da indústria de luxo não passaram despercebidas em 2022-2023.

Victoria’s Secret perdeu participação de mercado para marcas de lingerie mais inclusivas e positivas para o corpo, como Savage x Fenty.

Muitas vezes, em resposta à reação contra produtos e campanhas de marketing culturalmente insensíveis ou racistas, algumas das principais marcas de luxo do mundo são lançadas programas de diversidade promover a inclusão e a diversidade, incluindo novas contratações. Chanel nomeou seu primeiro chefe global de diversidade e inclusão, e Gucci ocupou uma posição semelhante.

A Ralph Lauren revelou sua campanha global ‘Família é quem você ama’ em homenagem às famílias modernas (incluindo famílias multiculturais e intergeracionais, e casais do mesmo sexo).

Leia nossas tendências de luxo, onde analisamos as mudanças, oportunidades e desafios mais importantes para as marcas de luxo à medida que olhamos para o novo ano.

Imagem da capa por Six N. Five

Você vai ajudar o desenvolvimento do site, compartilhando a página com seus amigos

wave wave wave wave wave